Das lágrimas
©
Eu sei que tenho um turbilhão de defeitos. Mas olhe para mim, eu estou tentando acertar. Estou tentando de todas as maneiras te mostrar que eu não posso mais viver sem você.
Restos de um naufrágio.
Que bobice, eu sempre achei minhas amarguras todas muito especiais. A verdade é que todo mundo sofre meio parecido, pelas mesmas razões.
Gabito Nunes.  
Eu não te permiti entrar, mas você entrou. Eu não te permiti ficar, mas você ficou. Eu não permiti você ir. Mas você se foi.
E meu coração se quebrou. 
Pare de olhar para trás, esqueça do passado. Como o próprio nome já diz, é passado, já passou. Tudo que ficou para trás, você já viu, já conhece, já sabe que não deu certo, e já deveria ter superado. Vai continuar andando para trás, com medo do futuro? Pare de reviver o que já foi vivido, está na hora de ir atrás do desconhecido. Começar uma nova vida, enfrentar outros problemas. O seu foco é seguir em frente.
Allan Moura.
E eu sei que você ainda vai conhecer vários outros babacas, mas um dia você vai conhecer um cara que vai te tratar do jeito que você realmente merece. Como se a vida dele não existisse sem você.
17 Outra Vez.
Em geral não me apaixono pelas coisas. Mas eu realmente amei você.
30 Seconds To Mars. 
Mas é melhor assim, sabe? Você ai e eu aqui. Sem muita intimidade, sem muito tempo pra se apaixonar novamente.
Guilherme.    
As lágrimas corriam dos meus olhos, mas eram lágrimas silenciosas.
Charles Bukowski. 
Mas eu não quero me acostumar com a sua ausência, amor.
How long will I love you? 
Quando eu me olho no espelho, eu me sinto um merda. É sério. Acho que poderia ser menos fechado emocionalmente, mais evoluído nessa área. Eu me auto saboto muito, talvez. Eu já perdi muitas pessoas que amo, então acho que sempre que começo a gostar de alguém, entro num processo de sabotagem, para não ir adiante ou não correr o risco de perder mais uma pessoa que gosto.
Danilo Gentili.
Limpei o vidro embaçado com a palma da mão e pude ver nitidamente: o caminho mais bonito é sempre o da ida, nunca o da volta. Sempre em frente.
Camila Costa.
Sensível pra cacete, maldosa na mesma intensidade, feliz de andar cantando e depressiva de nunca achar que uma janela é só uma janela. E cheia de manias bem estranhas… Eu sou sim a pessoa que some, que surta, que vai embora, que aparece do nada, que fica porque quer, que odeia a falta de oxigênio das obrigações, que encurta uma conversa besta, que estende um bom drama, que diz o que ninguém espera e salva uma noite, que estraga uma semana só pelo prazer de ser má e tirar as correntes da cobrança do meu peito. Que acha todo mundo meio feio, meio bobo, meio burro, meio perdido, meio sem alma, meio de plástico, meia bomba. E espera impaciente ser salva por uma metade meio interessante que me tire finalmente essa sensação de perna manca quando ando sozinha por aí, maldizendo a tudo e a todos. Eu só queria ser legal, ser boa, ser leve. Mas dá realmente pra ser assim?
Tati Bernardi.   
Talvez tivesse que ser assim mesmo. Você veio, me deu umas aulas de como gostar de alguém, se apegar e tudo mais, e logo depois foi embora para que eu aprendesse a desapegar também.
Allan Moura.
Ninguém quer morrer. Mesmo as pessoas que querem chegar ao Paraíso não querem morrer pra estar lá. Mas, apesar disso, a morte é um destino de todos nós. Ninguém nunca escapou. E deve ser assim, porque a morte é provavelmente a maior invenção da vida. É o agente de transformação da vida. Ela elimina os antigos e abre caminho para os novos.
Steve Jobs.
Pare de ficar colocando vírgula, três pontos, dois pontos e até mesmo ponto seguido onde só cabe um ponto: o final.
Esgotada
1 2 3 »